Vinhedos 

Os vinhedos desenham a paisagem natural de Travassô, contexto e terroir de exposição privilegiada sobre o Rio Águeda.
casa d'almear . classic vineyards
  • Vinhedos 23
  • Vinhedos 4
  • Vinhedos 7
  • Vinhedos 25
  • Vinhedos 19
  • Vinhedos 26
  • Vinhedos 6
  • Vinhedos 18
  • Vinhedos 10
  • Vinhedos 3
  • Vinhedos 17
  • Vinhedos 17
  • Vinhedos 18
  • Vinhedos 19
  • Vinhedos 19
  • Vinhedos 19
  • Vinhedos 20
  • Vinhedos 18
  • Vinhedos 18
Vinhedos 

A Casa D’Almear integra a região portuguesa Beira Atlântico, localizando a sua adega na pequena aldeia de Almear.

No interior da região actualmente delimitada com a designação Região Beira Atlântico, está também inserida a Denominação de Origem Bairrada, fazendo estas áreas parte da região vitivinícola mais extensa conhecida como Indicação Geográfica Beiras.


Os vinhedos da Casa D’Almear desenvolvem o seu contexto particular de produção sobre apelido muito próprio, designando-se assim por Vinha do Tavares, a Vinha do Afeital, a Vinha Pequena,  a Vinha da Encosta dos Bicos, e a Vinha Nova.

Vinhedos 0
Solos
Solos

Solos de natureza Argilo - Calcária, muito ricos em potássio. O valor médio do pH é 5.8.

Exposição Média Anual
Exposição Média Anual

A exposição solar é privilegiada permitindo temperaturas que podem variar em média entre 6º C e os 30 º C.

Humidade Média Relativa
Humidade Média Relativa

A Pluviosidade Média pode variar entre os 900 mm e os 1000 mm. A Humidade Média Relativa anual é próxima dos 80%.

Fauna e Flora
Fauna e Flora

Várias espécies com estatuto legal de protecção, Anas Platyrhynchos (pato-real), Circus Aeruginosus (águia-sapeira), Milvus Migrans (milhafre-preto), Marsilea Quadrifolia (trevo-de-quatro-folhas), Populus Nigra (choupo-negro), Salix Alba (salgueiro-branco), outros.

Castas
Castas

Touriga Nacional, Tinta Roriz, Chardonnay, Syrah, Riesling, Merlot, outras.

Terroir
Terroir

A natureza dos solos, a exposição solar, a proximidade com os rios Águeda e Cértima, permitem um terroir de excelência, capaz de potenciar as características naturais das nossas castas. 

A região de influência geográfica Beira Atlântico é caracterizada por uma mineralização do solo lenta, clima ameno e um desenvolvimento vegetativo sereno e controlado sem stress hídrico.

A proximidade ao Vale do Vouga, e o facto de a região confinar com o Rio Águeda e o Rio Cértima, possibilitam uma evapo-transpiração das plantas de vinha muito equilibrada. Ao mesmo tempo, a diferença altimétrica assinalada a uma cota de cerca de 70 metros face ao nível do rio promove uma extraordinária exposição solar com grande benefício para a Vinha.

 

Estas características tão particulares da envolvente natural permitem que o desenvolvimento vegetativo nunca seja comprometido, incrementando o processo fotossintético e a produção de açúcares naturais para a uva. 

 

A influência do terroir Casa D’Almear expressa-se a partir da divisão floral da vinha, uma vez que as horas de frio comprometem relativamente o número de flores e por consequência o número de cachos, mas que permite uvas de Qualidade Superior.

 

A natureza dos solos argilo-calcários presentes, com níveis de potássio altos e valores médios de pH 5.8, conferem à vinha grande robustez face a doenças e pragas, assim como, permitem manter a água do solo sempre à capacidade de campo devido à sua estrutura argilo-húmica.

 

A Região Beira Atlântico é influenciada pelo Clima Mediterrânico – Atlântico, com temperaturas médias entre os 6ºC e os 30 ºC e uma pluviometria que pode variar entre os 900 mm e os 1100 mm.

 

Este gradiente térmico origina vinhos estruturados e aromáticos, sem necessidade de recurso a tratamentos fitossanitários intensivos, factor compatível com o modelo de sustentabilidade adoptado.

 

Os herbicidas utilizados, são isentos de classificação toxicológica, uma vez que os fundamentos de campo seguem a orientação dos Métodos de Produção Integrada.

 

O terroir singular da região potencia a específicidade natural das nossas castas, como a Touriga Nacional, a Tinta Roriz, o Chardonnay, o Syrah, o Riesling, o Merlot, conferindo o carácter e a originalidade que definem os Vinhos e Espumantes Casa D’Almear.

 

--

obs. Notas a ‘Vinhedos Tradicionais’ e ‘Paisagem Natural’ sob orientação da Exma. Sra. Eng.ª Dina Camarinha.

História 10
História A Casa D’Almear define um estilo próprio de produção de vinhos com respeito pelo savoir-faire tradicional e a Natureza.
Filosofia 13
Filosofia A nossa Filosofia define a matriz de Valores e o nosso Compromisso enquanto produtores vitivinícolas.
Savoir Faire 2
Savoir-Faire A beleza da arte tradicional vitivinícola inspira desde cedo o nosso estilo de fazer vinhos.